The White Queen (A Rainha Branca)

White-Queen-600

A Friday é Black, mas a Queen é White!

(ok, foi um slogan besta) 😛

Fiquei muito na dúvida se postava sobre essa série de 2013 em este blog ou no meu blog nerd/pessoal, mas como eu acredito que ela não mexeu tanto comigo como a The Tudors, e as mulheres que são as principais protagonistas, resolvi mesmo compartilhar aqui nesse espaço onde é sobre tudo que envolve o mundo feminino.

Sinopse

Situada no período da Guerra das Rosas, quando os Yorks, que representam a cor branca, e os Lancasters, que carregam a cor vermelha, travam uma guerra que dura 30 anos, a história é apresentada sob a perspectiva feminina representada pelas personagens Elizabeth Woodville, Margaret Beaufort e Anne Neville.

A história tem início em 1464, quando a guerra está em seu nono ano. A casa de York é comandada pelo jovem Edward IV (Max Irons). Ele é coroado rei da Inglaterra com a ajuda de Lord Warwick (James Frain). Mas quando Edward se casa secretamente com a viúva Elizabeth Woodville (Rebecca Ferguson), os planos do manipulador Warwick são ameaçados.

Mais informações, acessem o Filmow.

Bom, pra começo de conversa, depois de assistir a série toda, você vê que o título da série é totalmente errado, eles colocam o nome de White Queen, como se a série fosse só sobre a Elizabeth Woodville (Rainha Branca), mas realmente eles mostram também as histórias das outras duas importantíssimas rainhas, Margaret Beaufort (Rainha Vermelha) e Anne Neville (A Filha do Rei), pode se observar pela sinopse e o último trailer acima.

A História sobre a existência dessas Rainhas é veridica, mas a série é baseada na coleção de romances The Cousins’ War series (A Guerra dos Primos) da escritora britânica Philippa Gregory, ela mesmo declara no documentário The Real White Queen And Her Rivals em que apresenta de como seria a vida dessas três personalidades e o quão importante era seus papéis na História que consequentemente não é contada pelos homens. 

PhilippaGregoryBox4bksLivros:
The White Queen (2009)
The Red Queen (2010)
The Lady of the Rivers (2011)

The Kingmaker’s Daughter (2012)
The White Princess (2013)
The King’s Curse (formerly known as The Last Rose) (2014)

Vendo a série, você vê realmente três heroínas, cada uma com sua personalidade exclusiva e força para encarar ao mundo atrás de seus objetivos, olha, sinceramente, dá aquele choque de realidade de como que a mulher sofria nos tempos antigos e ainda conseguiam serem guerreiras e manter as boas aparências. A série de livros se divide em um livro sobre cada Rainha e estão dificeis de encontrar no Brasil…no máximo os três primeiros da lista acima, mas o que eu queria mais ler é o “A Filha do Rei”…=/

A minha preferida é a Anne Neville (ainda farei mais sobre ela) junto com seu marido Ricardo III, claro que tem outros homens que compõem a história toda, mas ele realmente se destacou para meus olhos tanto em questão de beleza como de caráter, e detalhe, descobri que Shakeaspeare acabou com a imagem dele em suas peças, com certeza a mando da Rainha Elizabeth I que não deveria gostar nem um pouco dele, mas Philippa veio para mudar essa imagem através de seus romances, e conseguiu, porque quero ele para mim! Lembram que eu disse que só conheci a música Young and Beautiful da Lana del Rey e o filme The Great Gatsby graças a um video-montagem sobre Anne Neville e Richard III, então finalmente mostro que é esse aqui:

A série é intensa, bem filmada, e eu fiz questão de assistir tudo em um fim de semana só, infelizmente foi cancelada, porque ingleses não gostaram nem um pouco da maneira que foi retratada, acharam que teve muitos furos históricos, etc. Mas há boatos que os EUA vá fazer a continuação da onde parou, o destino da filha da Elizabeth (que também tem seu próprio livro), que pode ser a The White Princess, os fãs estão na torcida.

Recomendo essa série para você, mulher, que gosta de ver e saber quais foram as heroínas do passado que fazem o nosso presente tão livre hoje! E para quem gosta tanto de História como de Romance, e com uma boa dose de realidade social/cultural.

The White QueenDa esquerda para a direita:
Margaret Beaufort (A Rainha Vermelha)
Elizabeth Woodville (A Rainha Branca)
Anne Neville (A Filha do Rei)

Deixe seu comentário!

Comentários

2 comentários

  1. Gisele Lopes

    Amo história! Vou procurar, me interessei, adoroo temas do tipo! Belo post, beijão. ^^

    http://www.negravaidosa.blogspot.com.br

    1. EGO respondeu Gisele Lopes em

      Ai que bom saber que você ama História! 😀 😀
      Acredito sim que vá gostar muito!
      Obrigada pela visita! Beijão