Alecrim | Essência Natural

Alecrim1

Continuando o novo Glossário sobre Essências Naturais, primeiro falei sobre o Abacate, agora damos continuidade falando do Alecrim.

Nome Científico: 

Rosmarinus officinalis

História

O Alecrim é uma das mais antigas e renomadas ervas medicinais.
Já foi muito utilizado para espantar maus espíritos, como fumigador em quartos com pacientes, dar sabor a cerveja e vinhos e espantar traças de roupas.
Em medicina, era usado para foratalecer memórias e nervos, aquecer o coração, remédio para gota e membros paralisados, e aliviar dores de cabeça quando esfregada nas têmporas.
Sua água também foi utilizada como lavagem facial embelezadora, a famosa água húngara, nomeada pela Rainha Elizabeth da Hungria, que a usava todos os dias como loção de rejuvenescimento.
Carlos Magno decretou no século VI, que o Alecrim deveria ser plantado em todos os jardins do império.
Seu nome científico se traduz para “Orvalho do mar”. 

Benefícios

  • Analgésico;
  • Antiespasmódico (combate a contracção muscular involuntária, súbita, anormal);
  • Adstringente;
  • Cefálico (referente a cabeça);
  • Cicatrizante;
  • Digestivo;
  • Diurético;
  • Emenagogo (provoca a menstruação);
  • Hepático;
  • Hipertensor (aumenta a pressão do sangue);
  • Nervino (calmante);
  • Estimulante;
  • Estomacal;
  • Sudorífero (que faz suar).

Saúde

  • Usado tradicionalmente na perda de memória, vertigem e entorpecimento em geral;
  • Excelente estimulante dos nervos, e pode ser usado em todo distúrbio em que haja redução ou perda da função nervosa;
  • Estimulante em caso de lassidão (cansaço), fraqueza ou apatia generalizadas, normalizando a pressão baixa;
  • Limpa a mente de confusão e dúvida;
  • Remédio clássico para desmaios, dor de cabeça e enxaqueca;
  • Excelente tônico cardíaco, com ação levemente estimulante, sendo bom para distúrbios cardíacos de origem nervosa, tal como palpitações;
  • Bom para muitas doenças do fígado, inclusive clorose (anemia que ataca frequentemente as mulheres jovens, associada a perturbações menstruais e fraqueza geral), hepatite e cirrose, e como colagogo (secreção biliar), pode ser usado em colecistite (inflamação da vesícula biliar), cálculos biliares e icterícia (presença anormal de pigmentos biliares) causada por hepatite ou por bloqueio nos tratos biliares;
  • Normaliza o alto índice de colesterol no sangue;
  • Útil contra a arteriosclerose (depósito de gordura, cálcio e outros elementos na parede das artérias, reduzindo seu calibre e trazendo um déficit sangüíneo aos tecidos irrigados por elas);
  • Ação antisséptica do Alecrim é especialmente recomendada para infecções intestinais e diarreia;
  • Exerce ação estimulante, antiespasmódica, carminativa (redução de gases intestinais) e estomacal;
  • Usado em colite (inflamação no intestino grosso), dispepsia atônica (digestão dificil), flatulência e dores de estômago;
  • Usado em casos de asma e bronquite crônica; como antisséptico;
  • Contra resfriados, gripe e tosse a estes associada;
  • Muito bom para dores reumáticas ou musculares, podendo ser usado como remédio geral contra a gota e o reumatismo;
  • Bom contra piolhos e escabiose (sarna);
  • Excelente remédio para ferimentos;
  • Tradicional para problemas do escalpo.

Cuidados Estéticos

  • Queda de cabelo;
  • Cabelos oleosos;
  • Celulite;
  • Acne;
  • Pele congestionada;
  • Poros abertos;
  • Envelhecimento precoce;
  • Tônico para pele.

Precauções

Não deve ser ingerido por pessoas epiléticas, diabéticos, gestantes e crianças.
Evite o uso do óleo concomitante ao tratamento homeopático, porque o óleo contêm cânfora.
E evite usar o óleo puro sobre a pele, pois pode causar hiperemia (congestão sanguínea em qualquer órgão ou parte do corpo), eritema (vermelhidão congestiva da pele por dilatação dos capilares) e dermatite (alergia) em pessoas hipersensíveis.

Pode se perceber que o Alecrim tem muiiitaaaaa utilidade né?

Você são adeptos ao Alecrim? Comentem abaixo 😉

alecrim-beneficios-pra-saude

Deixe seu comentário!

Comentários